E
special

Apae

Desenvolvimento até debaixo d'água

05 Julho 2018 14:29:54

Parceria entre Apae e FME de Indaial possibilita realização de atividades aquáticas adaptadas

Foto: Apae divulgação

INDAIAL - Um novo ambiente repleto de possibilidades, assim tem sido os horários das atividades aquáticas adaptadas para os alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Indaial (Apae), realizadas na Piscina Municipal de Indaial.

Estas modalidades de terapias foram possíveis através da parceria nascida em 2017 entre a Fundação Municipal de Esportes de Indaial (FME) e Apae.

A direção da escola diz que o principal intuito é oportunizar às pessoas com deficiência (PCD) a prática de atividades aquáticas em diferentes modalidades.

Segundo o fisioterapeuta da Apae, Ivan Carlos Pereira, que é pós-graduado em Fisioterapia Ortopédica e Traumatológica e em Neurologia - Equoterapia, o ambiente aquático é propício para estimular e reabilitar as pessoas. "Nele, é possível utilizar padrões funcionais que em solo não seriam possíveis, melhorar o equilíbrio, a força e a resistência muscular, além de promover a socialização", explica.

O fisioterapeuta esclarece ainda que, através do apoio pedagógico, o trabalho é realizado em equipe, principalmente com crianças autistas, complementando as atividades relacionadas em sala de aula.

"Na modalidade esportiva já estamos montando uma pequena equipe de competição Paradesportiva com o auxílio do educador físico Willian".

Benefícios

De acordo com Pereira, os benefícios das atividades aquáticas são inúmeros, principalmente para aquela parcela da população que necessita de algum tipo de reabilitação. "Tanto em aspectos físicos, quanto na possibilidade de realizar movimentos sem causar impacto às articulações e tendões, estimulando toda a musculatura e a manutenção do tônus muscular, efeitos benéficos sobre o sistema respiratório e cardiovascular. Há muitas melhoras também com relação aos aspectos psicológicos, com a elevação da autoestima e dos sociais, como chances de conhecer novas pessoas e aumento do círculo social", ressalta. 

A atividade é direcionada para crianças e adultos com atraso do desenvolvimento neuropsicomotor, autismo ou deficiências que frequentam a Apae de Indaial. O atendimento é individualizado e realizado por profissionais das áreas de Fisioterapia, Educação Física e Pedagogia. Os atendimentos são divididos em quatro modalidades: estimulação, educacional, iniciação pré-esportiva e esportiva. Atualmente, 24 alunos da Apae frequentam as aulas, três deles na estimulação, quatro com finalidade pedagógica, dez deles frequentam a hidroterapia, três estão na iniciação esportiva e outros quatro na categoria de competição.


Imagens


14319673464250.png
Jornal O Indaialense
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855