E
special

Atividade física

Pilates ajuda no alongamento, postura e tonificação muscular

16 Junho 2018 08:00:00

Fisioterapeuta explica os benefícios do método muito utilizado por quem sente dores na coluna e articulações

Foto: Janaina Possamai

ASCURRA - Você sente dores na coluna ou nas articulações e não sabe qual exercício físico pode ajudar no alívio desses sintomas? Então, talvez seja hora de conhecer o método chamado pilates. Apesar do uso de alguns aparelhos durante a prática, o corpo é o instrumento principal, e a junção de alongamento, respiração, relaxamento e força formam uma arma poderosa capaz de minimizar a dor em diversas regiões do corpo, principalmente na coluna.

O método conquista alunos de todas as idades e se popularizou muito nos últimos anos, com isso, foi apontado como milagroso para muitas situações, inclusive como método de emagrecimento. Mas, será que isso é verdade? Para entender melhor os benefícios, contraindicações e efetividade do Pilates, conversamos com a fisioterapeuta e instrutora de pilates, Juliete Poffo, que aplica este método há oito anos. Ela conta que realizou o curso de formação de pilates antes mesmo de concluir a faculdade. "Me interessei porque ele traz a possibilidade de tratamento após crises agudas de dor para muitas patologias. Além de ser uma forma de atividade física para esse público".

De lá para cá, foram diversos cursos de aprimoramento no método e também em fisioterapia, para incorporar técnicas de tratamento de dores.

Ela explica que todos que tiverem interesse ou necessidade em relação aos benefícios. "Lesões ou dores agudas requerem uma avaliação e, dependendo o caso, indicação médica".

Indicações

De acordo com a fisioterapeuta, a indicação principal é para o alívio de dores e problemas na coluna e articulações no geral. Além disso, a atividade é indicada para pessoas que não praticam e nunca praticaram atividade física e querem iniciar, neste caso, o ganho principal é a preparação das articulações e postura de forma mais segura. Além disso, o método é indicado para atletas que gostariam de melhorar o rendimento. Gestantes, idosos e pessoas com sequelas neurológicas como AVE e paralisias. Esta gama de possibilidades é um dos diferenciais da modalidade, que pode ser adaptada ao aluno, suas limitações e necessidades. "Uma boa avaliação fisioterapeuta é necessária", alerta Juliete. 

Benefícios 

Além do fortalecimento e do alongamento, proporciona a melhora da postura, alinhamento da coluna; ganho de controle do tronco através da ativação do CORE, que é um grupo muscular alvo do pilates; aumento da agilidade nas atividades da vida diária, muito importante para idosos e pessoas sedentárias. "E um benefício que considero importante é auxiliar para o início de uma rotina de atividades físicas, para pessoas muito sedentárias, que posteriormente poderão começar de forma mais segura outras atividades físicas". 

Contraindicações  

Apesar de poucas, há sim contraindicações para a prática do Pilates, o qual não é recomendado durante pós-cirúrgicos recentes; grávidas nos três primeiros meses para gestantes que não praticavam pilates e casos agudos de alguma doença, caso em que é interessante uma avaliação médica. 

Gestantes 

A instrutora esclarece que o Pilates é sim muito indicado durante a gravidez. "Particularmente não indico no primeiro trimestre para mulheres que não praticavam o método. Se já pratica há algum tempo, não há necessidade de parar durante este período, claro que sempre há uma avaliação e orientação médica em paralelo. Se a gravidez for saudável o Pilates pode auxiliar no ganho de força de braços e pernas, e principalmente, controle postural. Sendo que dor lombar é bem comum em gestantes e o método é super indicado para auxiliar no alívio deste sintoma". 

Resultados 

De modo geral, a partir do primeiro mês já se observa melhora durante os exercícios. "O criador do método, Joseph Pilates costumava dizer que com 10 sessões você perceberá a diferença, com 20 sessões os outros irão perceber a diferença e com 30 sessões você vai ter um novo corpo. Vale lembrar que naquela época os praticantes frequentava as aulas três vezes por semana ou mais". 

Pilates emagrece?  

Segundo Juliete, esta não é a atividade mais indicada para esse fim. Porém, como realiza a tonificação da musculatura, "esculpe" o corpo. "Particularmente não indico meu trabalho para esse fim, a não ser que a pessoa não possa realizar outras atividades físicas. Sempre é importante deixar claro que há outras atividades mais eficientes nesse sentido e que a orientação nutricional é essencial", ressalta. 

Além disso, ela chama a atenção para o fato de que todo o resultado é mais eficiente se houver uma equipe multidisciplinar envolvida (médico, educador físico, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo). Outro aspecto fundamental é que o praticante precisa estar engajado a incorporar as mudanças no dia a dia e manter uma boa frequência nas aulas.


Imagens


14319673464250.png
Jornal O Indaialense
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855