N
otícias

Política

' A minha maior preocupação é montar um grupo capacitado'

28 Setembro 2018 15:59:00

Jessé Pereira, candidato a governador pelo PATRIOTAS

Foto: Muciri Balbinot

Jornais ADI/Adjori - Ao tomar posse, caso seja eleito, qual a primeira medida? 

Jessé - A minha maior preocupação é montar um grupo capacitado. Um grupo que não seja de cargos políticos, mas de meritocracia. Com um profissional que conhece de cada área. Segunda ação é colocar o número necessário de pessoas. Hoje, há excesso de funcionários, de comissionados. Em terceiro, é cortar todo tipo de dinheiro que está saindo pelo ralo.Todo tipo de privilégio, mordomias. Secretarias regionais eu quero extinguir todas.

ADI/Adjori - Qual área merece mais atenção do governo?

Jessé - Meu pai está com 78 anos esperando um exame do coração. Desde outubro esperando. E assim como meu pai tem muitas pessoas humildes que não conseguem um exame, uma cirurgia. Primeiro, é atacar na área da saúde. É preciso que se tenha prioridade. A prioridade não pode ser secretaria regional. Prioridade tem que ser os três pilares importantes de um governo: a saúde, a segurança e a educação. E tem mais uma coisa que o povo clama: emprego.

ADI/Adjori - Como você pretende fazer o desenvolvimento econômico do Estado?

Jessé - Nós temos que ir atrás de empresas. Para conseguir atrair alguém, é preciso primeiro mostrar segurança do que tu fala. Convencer o povo de que eu sou sério não é fácil. Porque eu não tenho nada a ver com esse grupo político. É preciso também rever as renúncias, se elas estão de fato ajudando ou só estão beneficiando alguns. Eu tenho um programa chamado Mais Empregos, Menos Impostos. Esse é um programa sério. Mas não é só dar menos impostos. Primeiro, é preciso que o setor ou a empresa gerem empregos para depois receber e o retorno disso pelo Estado. Outro ponto é rever o pacto federativo para trazer dinheiro de volta e poder aplicar em infraestrutura. Porque o governo federal recebe R$ 50 bilhões de Santa Catarina e devolve R$ 9 bilhões. Esses R$ 41 bilhões que sobram, não está sendo investindo em Santa Catarina.



14319673464250.png
Jornal O Indaialense
R. Caçador, 406, Bairro das Nações, Timbó - SC,
89120-000 | Telefone (47) 3382-1855